Alimentação para prevençao da Doença de Alzheimer

A doença de Alzheimer é a principal causa de demência em pessoas com mais de 65 anos. A doença aparece de forma lenta e progressiva, comprometendo de forma significativa a autonomia e qualidade de vida dos seus portadores.

Em geral, os problemas de memória, principalmente memória recente, são os primeiros sintomas a surgir. Pessoas com Alzheimer possuem grande dificuldade em reter novas informações, apesar de manterem bem preservadas as lembranças antigas. Porém, outros problemas como alterações de linguagem e mudanças de humor também podem ocorrer a medida que a doença avança.

Atualmente, ainda não existe cura para o Alzheimer, porém a adoção de uma dieta saudável e equilibrada pode prevenir o seu aparecimento.

Veja a seguir algumas dicas de como cuidar da alimentação para prevenir o Alzheimer:

Gorduras

Dietas com menor consumo de ácidos graxos saturados e trans (gorduras ruins) e maior ingestão de ácidos graxos mono e poliinsaturados (gorduras boas) estão associadas à menor incidência de doença de Alzheimer. Assim, procure evitar as fontes de gorduras saturadas e trans e aumente a ingestão de alimentos ricos em gorduras mono e poliinsaturas.

Veja na tabela abaixo quais as fontes de cada um desses tipos de gordura que você pode se alimentar:

Gordura Monoinsaturada
  • Abacate
  • Açaí
  • Óleos: azeite de oliva, óleo de girassol, óleo de canola, óleo de linhaça
  • Oleaginosas: amêndoas, amendoim, avelã, castanha do pará, castanha de caju, nozes, pistache
  • Sementes: linhaça, gergelim, girassol
Gordura Poliinsaturada
  • Óleos: azeite de oliva, óleo de girassol, óleo de canola, óleo de linhaça, óleo de gergelim, óleo de soja, óleo de peixe
  • Oleaginosas: amêndoas, amendoim, avelã, castanha do pará, castanha de caju, nozes, pistache
  • Sementes: linhaça, gergelim, girassol, chia, quinoa
  • Peixes: salmão, sardinha, cavala

Continuação da matéria sobre a Alimentação para prevençao da Doença de Alzheimer »